Ser mãe cansa

julho 26, 2018

Não é que eu esteja cansada.

É que eu estou exausta.

Exausta de amamentar, de precisar arrumar 3 pessoas e pensar em 3 logísticas e 2 mochilas de roupas extra para fazer qualquer coisa.
E de não dormir.
E de não fazer uma refeição decente.
De viver correndo atrás de uma rotina desesperada, e de não conseguir completar nenhum assunto com nenhuma amiga.
De mal conseguir conversar com meu companheiro.
De não ter conseguido concluir meu curso de costura.
De viver correndo para fazer mil coisas, e ter a sensação no final do dia de não ter feito absolutamente na-da.

Eu sei eu sei, que vai passar. Vai passar.

Também sei que ser mãe é lindo e maravilhoso.
Mas hoje eu quero falar sobre as mazelas. Ou só me queixar um pouco.
Ser o Porto Seguro de outros seres humanos é um trabalho danado e suga a gente.
Puxa, como é difícil!
Com Olga eu senti pouco isso.
Ela dormia a noite toda, aceitava bem a rotina, ficava com uma pessoa maravilhosa em casa e eu voltei ao trabalho quando ela tinha 5 meses. De fato, sobrava pouco tempo para as mazelas.

Agora não. Agora a rotina são as crianças.

Eu trabalho 3 tardes por semana. Parece pouco?
Então realiza cuidar de casa, planejar trabalho, roupas, comida, uma menina de 5 anos livre, linda e muito falante, agregado a um bebezão de 10 meses e quase 12kg grudado. Eu disse gru-da-do!

No peito, no colo, nos braços. Sem nenhuma ajuda externa. Aqui somos Di e eu pra tudo. Não estou reclamando, só constatando. Ele e eu somos uma equipe das boas.

Tito demanda infinitamente mais.
Não dorme muito nem de dia nem de noite.
Tem dificuldade em aceitar a rotina. Mama, mama, mama, como se não houvesse amanhã.
.
É lindo, saudável e encantador, mas prefere dormir na nossa cama, em cima de mim 🤦🏻‍♀️🤷🏻‍♀️.

Vai passar, eu sei. Meu mantra.

Há quem diga que até saudade eu sentirei desta fase.

Mas por enquanto sigo me fortalecendo no mantra “vai passar”, e tentando descansar minimamente nos intervalos. 🙅🏻‍♀️



Posts Relacionados

1 comentários

  1. Barbara! Adorei!
    Também estou experenciando a maternidade (pela primeira vez). Linda, mas por vezes, cansativa.
    Ainda assim, quero um segundo baby pra daqui no máximo dois anos. E tenho certeza que as tuas palavras serão muito atuais.
    Beijo grande e sucesso sempre

    ResponderExcluir

Posts Populares